62 3283-6262 | 3094-1906
whatsapp (62) 99942-9044

E-mail: contato@mcmaquinas.ind.br

MÁQUINAS PARA FABRICAÇÃO DE TUBOS (MANILHAS) DE CONCRETO 

TUBOS DE CONCRETO – Os Tubos de concreto de seção circular são utilizados para captar e transportar águas pluviais (drenagens urbanas) e esgoto sanitário. Eles são condutos rígidos, com estrutura própria que resulta na capacidade resistente para suportar os esforços decorrentes das cargas permanentes (peso de terra) e cargas acidentais (sobrecargas rodoviárias, ferroviárias, aeroviárias e demais sobrecargas decorrentes de sua utilização). 

CONJUNTOS VIBRATÓRIOS  – Nossos Conjuntos Vibratórios são utilizados na fabricação de Tubos ou Manilhas de concreto armados e não armados, com encaixes tipo MF (MACHO E FÊMEA) ou PB (PONTA E BOLSA). Conjunto Vibratório é uma ótima opção para quem está iniciando no mercado de fabricação de manilhas, por possuir um custo mais acessível. O CONJUNTO VIBRATÓRIO É COMPOSTO DE: FÔRMA EXTERNA (MOLDE EXTERNO), FÔRMA INTERNA (MOLDE INTERNO), FUNIL AUXILIAR, MOLDE SUPERIOR (ANEL PARA ACABAMENTO), VIBRADOR E MOTOR TRIFÁSICO 220/380 VOLTS. MEDIDAS DOS TUBOS: 200, 300, 400, 600, 800, 1000, 1200 e 1500 mm de diâmetro x 500 ou 1000 mm de altura. Também fabricamos os Conjuntos Vibratórios para Tubos de 1500 mm de altura com encaixe Ponta e Bolsa. Os tubos são dimensionados de acordo com a sua necessidade de vazão, especificidade (condução de água pluvial ou esgoto/ efluentes) e resistência mecânica necessária (de acordo com a carga que atuará sobre a peça). 

Conjunto Vibratório para Tubos de concreto com encaixe MACHO E FÊMEA (MF). São Tubos mais utilizados para Águas Pluviais, conhecidos também como Tubos com junta Macho e Fêmea – Clique na imagem p/ ampliar:

Conjunto Vibratório para Tubos de concreto com encaixe PONTA E BOLSA (PB). São Tubos mais utilizados para Esgoto Sanitário, conhecidos também como Tubos com junta Ponta e Bolsa – Clique na imagem p/ ampliar:

Vídeo enviado por nosso Cliente da fabricação de Tubos PB com nossos equipamentos:

Também fabricamos os Moldes Inferiores (Anéis de base), o Carrinho para transporte de Tubos, o Cavalete Pórtico Móvel (Guindaste) e a Talha Elétrica – Clique na imagem p/ ampliar:

Para a fabricação de 50 tubos de concreto por dia, por exemplo, são necessários 50 Moldes Inferiores, pois o tubo permanecerá sobre o Molde Inferior por aproximadamente 24 horas, que corresponde ao tempo de cura. Basta 01 Molde Superior para a fabricação de 50 tubos por dia. O Molde Superior já está incluso no Conjunto Vibratório. É necessário também 01 Conjunto Vibratório, 01 Carrinho para transporte, 01 Talha Elétrica e 01 Betoneira para a fabricação de 50 tubos por dia. A Betoneira nós não vendemos.  

Temos dois tipos de Tubos para águas pluviais: os SIMPLES (sem armação de ferro) que são classificados em PS1 e PS2 e os ARMADOS (com armação de ferro) que são classificados em PA1, PA2, PA3 e PA4, ambos são fabricados com juntas rígidas (argamassa) e a diferença de cada um está no seu devido uso e na resistência de cada um, a necessidade de uso deverá ser calculada conforme a necessidade de cada obra e de cada cliente. 

FABRICAÇÃO DOS TUBOS: Depois de o concreto ser despejado nas fôrmas de moldagem das peças (Conjunto Vibratório) é feito o adensamento por meio dos efeitos vibratórios com o uso de vibradores eletro-mecânicos especialmente projetados para esta finalidade. O ar incorporado no concreto é retirado, propiciando a acomodação dos agregados miúdos e graúdos. Após essa etapa, as fôrmas são retiradas por uma máquina específica e os Tubos ficam em processo de cura por tempo compatível com o ganho de resistência mecânica, para o seu transporte e manuseio. Os tubos de concreto estão expostos a muitas substâncias corrosivas, por isso é necessário o uso de inibidores em concreto armado para garantir a proteção das estruturas.

Conjunto Vibratório para Tubos de concreto para Cisterna ou Anel de Poço, Fossa Séptica, Sumidouro ou Dreno, Tubo poroso, Filtro e Anel de concreto. Geralmente são Tubos com Junta Lisa (ou seja, sem o encaixe Macho e Fêmea. Também existem os Tubos com o encaixe – Clique na imagem p/ ampliar:

VÍDEO – Fabricação de Tubo para Cisterna, Fossa ou Anel de concreto:

Conjunto Vibratório e Fôrmas Manuais para Tubos para Poço de Visita (PV) com encaixe PB. Também fabricamos as formas para Tampão, Anel de concreto e Laje de redução, utilizadas em Saneamento – Clique na imagem p/ ampliar:

Formas Manuais sem motor e sem vibrador, para Fabricação de Tubos de concreto. Obs.: Também fabricamos Formas para Bebedouros Circulares de concreto ou Reservatórios de água – Clique na imagem p/ ampliar:

Obs.: FÔRMA MANUAL NÃO TEM MOTOR E NEM VIBRADOR. A produção de Tubo na Fôrma Manual é baixa. Nossas fôrmas são fabricadas em Chapas grossas de aço, aumentando a qualidade de nosso produto. 

VÍDEO – Cavalete, Talha Elétrica e Conjunto Vibratório MF:


VÍDEO – Fabricação de Tubo MF:

VÍDEO – Fabricação de Tubo para Cisterna, Fossa ou Anel de concreto:

Para cada diâmetro de tubo, necessita-se de um Conjunto Vibratório diferente. Não aproveita o mesmo Conjunto Vibratório para fabricar tubos com diâmetros diferentes. Só aproveita o mesmo Conjunto Vibratório se for o mesmo diâmetro de tubo e alturas ou encaixes diferentes, porém a Fôrma Externa (Molde Externo) não será a mesma.

Nossas Máquinas e fôrmas metálicas para fabricar Tubo de concreto (manilhas) são fabricadas em chapas grossas e reforçadas de Aço. Nossos Conjuntos Vibratórios são fabricados em chapa SAE 1010-1020 e possuem reforços que aumentam a vida útil do equipamento. Este tipo de equipamento pode ser especificado para produzir tubos com dreno ou para fossa, água pluvial e esgoto sanitário.

TUBOS DE CONCRETO (MANILHAS):

Os tubos pré-moldados em concreto são peças circulares pré-moldadas em concreto, com encaixe tipo Macho-Fêmea ou Ponta-Bolsa, podendo ser armados ou não. São utilizados dentro do setor de saneamento básico na condução de drenagem, esgoto sanitário, efluentes industriais, galerias de águas pluviais, drenagem de aeroportos e rodovias, bueiros. Estas peças são dimensionadas de acordo com a sua necessidade de vazão, especificidade (condução de água pluvial ou esgoto/ efluentes) e resistência mecânica necessária (de acordo com a carga que atuará sobre a peça), sendo assim, quanto maior a resistência do produto, maior será o número de sua classificação. Os tubos de concreto devem ser fabricados de acordo com as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

• Tubos de concreto destinados a águas pluviais:
» Com armação: PA 1, PA 2, PA 3, PA 4;
» Sem armação: PS 1 e PS 2;

• Tubos de concreto destinados a esgotos sanitários:
» Com armação: EA 1, EA 2, EA 3, EA 4;
» Sem armação: ES;

Tubos Simples, não armados, que tem as nomenclaturas: PS1 ou PS2

VANTAGENS DOS TUBOS DE CONCRETO: Confiabilidade, Normatização, Qualidade, Funcionalidade, Desempenho, Manutenção e Limpeza; O Brasil tem uma longa tradição na utilização de tubos de concreto em obras de canalização de águas pluviais e esgoto sanitário; Normas da ABNT de especificação e metodologias de ensaios definem suas condições de qualidade e resistência; Trata-se de um material rígido, não sujeito a ocorrência de ovalização ou esmagamento sob ação de cargas, garantindo a estabilidade de aterros e condições favoráveis de escoamento hidráulico; Seus sistemas de encaixe (ponta e bolsa ou macho e fêmea) permitem fácil execução e garantem confiável estanqueidade destes pontos; Possuem excelente desempenho no transporte de líquidos agressivos de várias procedências, como esgotos sanitários, efluente industriais e líquidos aquecidos e corrosivos; Os procedimentos de manutenção e limpeza são de domínio público, o que torna o processo mais fácil e seguro.

O desempenho de uma obra com tubos de concreto depende da qualidade dos produtos que precisam respeitar algumas regras, como por exemplo, os limites de velocidade do local, a declividade, o dimensionamento estrutural e hidráulico, entre outros.

Temos dois tipos de Tubos para águas pluviais: os SIMPLES (sem armação de ferro) que são classificados em PS1 e PS2 e os ARMADOS (com armação de ferro) que são classificados em PA1, PA2, PA3 e PA4, ambos são fabricados com juntas rígidas (argamassa) e a diferença de cada um está no seu devido uso e na resistência de cada um, a necessidade de uso deverá ser calculada conforme a necessidade de cada obra e de cada cliente.

Temos também outros Tubos que são para esgoto sanitário, que são todos armados e fabricados com juntas elásticas, esses tubos são classificados em EA1, EA2, EA3 e EA4.

Os tubos de junta rígida são usados em todo o processo de drenagem. Os sistemas de encaixe são rejuntados com argamassa de areia e cimento em vez de anéis de borrachas. A instalação dos tubos é um dos primeiros trabalhos a serem desenvolvidos na obra junto com os serviços de terraplenagem.

Eles podem ser armazenados em canteiros para uso posterior. Por isso, é aconselhável que eles sejam colocados na posição horizontal. É importante que fiquem perto das valas para não gerar sobrecargas não previstas e contribuir para possíveis rupturas do solo e fechamento da vala. O recomendado é que os tubos sempre sejam laçados externamente pelo seu diâmetro com a utilização de cabos de aço flexíveis ou fitas corretamente dimensionadas.

Tubos sem o encaixe são chamados de tubos com Junta Lisa.

Clique na imagem p/ ampliar:

Canaletas Meia Cana para Cocho para Água Pluvial: São peças mais utilizadas para construção de tubulações de água pluvial – Clique na imagem p/ ampliar:

Meia Cana para Cocho para Pecuária: utilizados na construção de Cochos de concreto – Clique na imagem p/ ampliar:

CUIDADOS GERAIS NA FABRICAÇÃO DOS TUBOS:

– Para trabalhar com o Carrinho para Transporte de Tubos, o terreno tem que estar totalmente nivelado e com fácil locomoção;

– O Carrinho para Transporte de Tubos sempre deverá estar calibrado em 50 libras;

– Não deixar o Conjunto Vibratório vibrando sozinho, sem o concreto, para não quebrar o equipamento;

– Não deixar o Conjunto Vibratório vibrando com o Gancho acoplado, pois pode ocasionar trincas na Fôrma Interna e desgastes no suporte do Gancho. Colocar o Gancho somente quando for levantar a Fôrma Interna com a Talha Elétrica;

– O Cavalete Pórtico se for FIXO, deverá ser fixado no chão com uma base de concreto;

– Se o Cavalete Pórtico for MÓVEL, sempre deixar as 4 Rodas retas. As 4 rodas do Cavalete Pórtico Móvel tem que estar retas e alinhadas, para que não ocorra distribuição de Peso irregular na Viga.

– Para trabalhar com Cavalete MÓVEL, o terreno tem que estar totalmente nivelado e com fácil locomoção;

– Quando estiver levantando a Fôrma Interna com a Talha Elétrica, levantar somente no meio (centro) do Cavalete;

– O Eletricista deverá fazer a ligação de todos os Motores. Todos os Motores são trifásicos 220/380 Volts;